Suscribase | Contactenos | Anuncie en automotriz.net | Conectate con AUTOmotriz en Facebook | Busqueda
Brasil: Carros para el presente y el futuro

Brasil: Carros para el presente y el futuro

Si bien la demanda se concentra en los modelos equipados con motores de un litro, con 40% de participación en las ventas, la vitrina del Salón del Automóvil ofrece al visitante una variada gama de vehículos que responden a la gran pasión brasileña por los autos, abriendo paso a la tecnología de los vehículos híbridos eléctricos. Al mismo tiempo el evento deja entrever la tendencia que podría seguir el mercado con una mayor presencia de pick ups y rústicos


Salão, presente, lançamentos futuros

Salão, presente, lançamentos futuros

Há muitos atrativos em meio à grande festa bi anual. Novidades? Nos 85.000 m2 quadrados de área, coisas novas, destas, poucas. A maioria das 28 marcas de automóveis instaladas no Brasil, e as poucas importadoras, estavam em situação comum: ou recém apresentaram os futuros produtos, ou exibem no Salão, na mesma medida temporal, os próximos lançamentos.


Anti Porsche, AMG GT lança modelo, marca e fábrica

Anti Porsche, AMG GT lança modelo, marca e fábrica

Não é apenas mais um. Alarga a trilha aberta com o SLS para declarar ser agora fabricante, evolução do trabalho de desenvolver Mercedes-Benz, e após ter vendido 32 mil veículos em 2013. A aparência, o novo motor, a disposição esportiva, a capacidade de ser aplicado como carro de corridas, servirão como imagem aos automóveis Mercedes


Setembro. O novo AMG GT

Setembro. O novo AMG GT

É a nova geração de V Oitos da Mercedes. Materiais e ganhos de tecnologia, como as camisas endurecidas por tratamento Nanoslide, duas vezes mais duras, e polidas individualmente em função de cada pistão forjado. Isto permite completo ajustamento, garantindo menor atrito, menor consumo de óleo lubrificante, mais potência, torque


Mercedes C, para liderar

Mercedes C, para liderar

Versões assemelhadas em conteúdo, bem fornido, bem cuidado, bancos modernos, painel e console com uso de alumínio ou madeira, implementado nas quatro versões para atender o leque de exigências dos compradores. Revestimento em couro ártico, sintético, exceto nas versões 250, com o natural.


Fiat abrirá en agosto la planta de Jeep en Brasil

Fiat abrirá en agosto la planta de Jeep en Brasil

La infraestructura situada en el estado de Pernambuco está casi lista y la producción se iniciará con un el Jeep Renegade. La planta aplicará con los proveedores el mismo esquema actualmente vigente en la planta de Fiat en Betim, Minas Gerais


Chrysler comenzó a producir en México el Fiat 500

Chrysler comenzó a producir en México el Fiat 500

La transmisión automática Aisin AW6F25 de seis velocidades fue reforzada con múltiples placas de embrague y un tratamiento térmico más robusto para poder recibir una mayor fuerza de torque. Los modelos Abarth y Abarth Cabrio vienen equipados con un motor MultiAir Turbo de 1.4 litros que entrega 157 caballos de fuerza y 183 libras-pie de torque. La transmisión automática complementa a la transmisión manual de cinco velocidades


VALORIZAR A EFICIÊNCIA

VALORIZAR A EFICIÊNCIA

Se existe um programa governamental que deu certo, com (quase) unanimidade do ponto de vista técnico, é o Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular (PBVE). Embora estudos tenham se iniciado bem antes, o programa coordenado pelo Inmetro estreou em 2009 com apenas cinco marcas: Chevrolet, Fiat, Honda, Kia e Volkswagen.


OTIMISMO EXAGERADO

OTIMISMO EXAGERADO

Para o Brasil, dentro da região América Latina, a FCA reservou atenção especial na apresentação mundial em Detroit. A Fiat, de fato, liderou as vendas internas em 11 dos últimos 12 anos e pôde gerar importante fluxo financeiro para a sofrida sede na Itália. Nova fábrica de Goiana (PE) começa a produzir no primeiro trimestre de 2015 o Jeep Renegade (Projeto 521), sem a companhia do Fiat 500 X, como acontece na instalação italiana de Melfi


Renegade, um jipinho, muitos planos

Renegade, um jipinho, muitos planos

Para a Jeep roduzir em Pernambuco não é chegada, é retorno. Já esteve ali, Jaboatão, a partir de 1965, pioneirismo da Willys Overland, com o CJ5, terceira geração da marca, montado, exatamente na instalação industrial que permitiu à Fiat enquadrar-se em peculiar legislação de incentivos, instigadora da neo operação pernambucana


Articulos previos haga click aqui »